Quais Alimentos Consumir
Alimentos Construtores
Manejo Preservacionista do Açaí
O Nascimento do Açaí
Carga de Energia
Hango Hippie
Combustível de Atleta
O Corpo faz o Cardápio
Alimentos e Nutrientes
O Açaí

O açaí na tigela é uma tradição que começou na praia, foi para as academias e para as ruas. Iniciou com esportistas e acabou sendo consumido por pessoas preocupadas com a saúde, que procuram alimentação natural, saudável e energética.

O açaí é um dos alimentos mais ricos em ferro, que é entretanto pouco absorvido pelo organismo por causa de sua insolubilidade.

Contém elevada quantidade de VITAMINA E, sendo portanto um antioxidante natural, importante na eliminação dos radicais livres.

Tem grande quantidade de fibras, o que favorece o trânsito intestinal.

Tem um teor considerável de PROTEÍNAS.

Os teores de POTÁSSIO e CÁLCIO são elevados, o que faz do açaí um alimento bastante completo.

Contém ainda VITAMINA B1 e elevado teor de pigmentos ANTOCIANINAS ( Cor roxa violeta ) que são também ANTIOXIDANTES , favorecendo a melhor circulação do sangue.

É uma fruta pequena, redonda e roxa, quase preta, parecida com jabuticaba, vem de uma palmeira e dá frutos quase o ano inteiro e normalmente ela vem do Pará.

A polpa da fruta congelada, de cor violeta e gosto amargo "de terra” batida no liquidificador com xarope de guaraná se transforma em uma espécie de sorvete energético. É servida em uma tigela de 500 gramas, acompanhada de granola e frutas.

A fruta é pequenininha, arredondada e muito roxa, quase preta. Lembra uma jabuticaba em tamanho reduzido. Tem um caroço grande, e muito pouca polpa.

Para se obter um açaí saudável, o mais importante é a rapidez desde o "debuio" (que é como se diz lá, para o trabalho de tirar os frutos do cacho) até o processamento. Quem diz isso é o Prof. Hervé Rogez, engenheiro químico, cientista e pesquisador da Universidade Federal do Pará, o "Papa" do assunto e fanático tomador de açaí.

O açaí é muito rico em antocianina, uma substância antioxidante, que ajuda no combate ao colesterol e aos radicais livres. Você já ouviu que um copo de vinho tinto por dia faz bem ao coração? É devido à antocianina da uva. Não é por acaso que a cor do açaí é semelhante à do vinho tinto, porém o açaí tem 33 vezes mais antocianina que a uva. As antocianinas também são potentes corantes naturais.

Além de ser considerado um dos alimentos mais ricos em ferro, o açaí também é rico em fibras, sendo bastante indicado também para pessoas idosas e/ou com mau funcionamento do aparelho digestivo.

Por suas características microbiológicas o açaí é considerado uma das mais nutritivas frutas da Amazônia, perdendo apenas para a castanha-do-pará.

NUTRIENTES

Composição provável por 100gramas

Lipídios
4.9 g

Carboidratos
2.28 g

Proteínas
0.86 g

Fibras
2.91 g

Vitamina B1
0.25 mg

Antocianina
196 mg

VALOR ENERGÉTICO
57.91 Kcal

A palmeira do açaí nasce em touceiras com cerca de 6 troncos, que são ligeiramente curvos. Cada tronco apresenta até quatro cachos, onde nascem os frutos.

É uma planta que prefere os terrenos alagados e áreas úmidas. Por isso sua ocorrência é mais freqüente nas margens dos rios, como o Amazonas.

Como floresce e frutifica o ano todo, é possível encontrar na mesma árvore, diferentes estágios de maturação, desde flores até frutos maduros.

Dessa árvore, que chega a 30 m. de altura e tem nome e sobrenome (Euterpe oleracea Mart.) aproveita-se tudo. As folhas são usadas para cobertura de casas; a madeira é usada em construções rústicas; as fibras das folhas para tecer chapéus, esteiras e ‘’rasas’’ (cestas utilizadas como medida-padrão no transporte e comércio da fruta); os cachos secos são aproveitados como vassouras.

Originária da região amazônica do gênero Euterpe oleracea. Além da fruta, produz um saboroso palmito, muito rico em ferro.

Energizante e, em seu estado puro, uma excelente maneira de se evitar o envelhecimento precoce. O açaí roxo (o branco não foi testado na pesquisa da UFRJ) é um alimento rico em flavonóides, uma classe de substâncias antioxidantes que ajudam a combater os radicais livres e, conseqüentemente, o envelhecimento cutâneo. "No nosso corpo existem enzimas que capturam esses radicais livres. Mas, conforme envelhecemos, essas enzimas vão diminuindo sua atividade. Os flavonóides, encontrados no açaí, ajudariam a fazer esse trabalho de captura".

Os benefícios da fruta amazônica para a pele, no entanto, vão muito além. O estudo comprovou que o açaí ajuda também na prevenção da acne. "Com ele, podem ser feitos, além de sucos, loções e géis que têm uma ação antimicrobiana, e, por isso, são benéficos à pele".

Outra característica do açaí seria sua riqueza em fibras - quase 3g em cada 100g de fruta - o que ajudaria a melhorar o funcionamento do aparelho digestivo. Quem já passou dos 50 deve tomar cuidado para não exagerar na dose. "O açaí é um alimento muito calórico, o que pode levar a um aumento da taxa de colesterol. Por isso é bom que pessoas idosas tenham acompanhamento de um nutricionista".

A polpa industrializada que se compra em supermercados não apresentou, nos estudos, nenhuma propriedade além da energética. "A polpa industrializada não é eficaz no combate aos radicais livres, e a fruta pura, que se mostrou eficaz, não é facilmente encontrada no sul e sudeste do Brasil, justamente por ser originária da Amazônia".

Se você encontra o fruto do açaizeiro no hortifruti da esquina, nesse caso, Fábio Menezes dá a dica. "Deve-se conservar a fruta em geladeira e fazer o suco o mais rápido possível".

Virou mania nacional, o açaí, fonte de renda e às vezes único alimento de muitas famílias nortistas, que comem a frutinha só com farinha, alternando bocados de peixe ou camarão. Sem doçura nenhuma, algo amargo, a polpa do açaí tem sabor peculiar, dificilmente aceito fora da região. A mistura com açúcar, mel, frutas e granola foi uma solução criativa, embora exagerada, para difundir seu consumo.

O grande responsável pelo seu sucesso, porém, foram seus poderes energéticos. O açaí contém mais proteínas do que o abacate e bem mais cálcio do que a maioria das frutas. Conta ainda com o pigmento antocianina, responsável pela cor arroxeada, quase preta, e a forte ação antioxidante que combate no organismo os nocivos radicais livres.

Palmeira de tronco delgado, o açaizeiro (Euterpe oleracea) cresce nas várzeas e margens dos rios amazônicos e pode atingir 30 metros. Produz 3 a 4 cachos anuais, cada um de 3 a 6 quilos, mas muitas frutas são necessárias – a polpa não passa de película com menos de 1 milímetro de espessura.

Por fermentar depressa, a polpa do açaí deve ser extraída no mesmo dia e logo vendida. É assim, fresca ou congelada, que viaja pelo Brasil. O açaí comum é arroxeado, mas há outros: o branco, também chamado de vitrin ou verde; o paral, entre o verde e preto; e o cinzento ou tuíra, entre cinza e preto.

SAÚDE

É BOM PARA: Fornecer energia à crianças e atletas, proteger os ossos e prevenir-se contra a osteoporose, por conter elevado teor de cálcio.

COMO SE ESCOLHE: Por estragar-se logo, sem refrigeração, é difícil achar açaí "in natura" longe de sua origem. Na Amazônia, compra-se em mercados e feiras, no paneiro – cesta de fibra vegetal, contendo cerca de 14 quilos de açaí. Em geral compra-se congelado, por ser trabalhoso extrair a polpa.

Sucos de Saúde
Qualidade de Vida
Fitoterápicos - Academia do Açaí